segunda-feira, 12 de abril de 2010

Ah, o amor.

Fazia um frio que pinicava a pele de Samantha, enquanto ela observava os passáros em seus voos perfeitos, em que não há nem se quer uma asa fora do lugar, onde o vento os leva para o lugar certo. Seria assim com o amor dela também? Ela sabia ter tanto a oferecer, ela sabia ter um amor incondicional, um amor merecido da junção das palavras "eu te amo", um amor verdadeiro.
Samantha sabia exatamente o que dizer e quando dizer, ela diria "não" quando estaria berrando um "sim" em sua cabeça, ela era manipuladora. Ela é especial. Era o que seu irmão lhe dizia todo dia com um beijo na testa e uma promessa de volta, ela esperava. Esperar era o que Samantha sempre fazia, durante tantos dias, durante toda a sua vida. Ela esperava por mudanças, esperava pelo irmão esperava pelo amor.
Samantha tinha amor para destribuir, por tudo que ela queria e quis, ela precisava de alguém que morresse por ela e que ela faria a mesma coisa por ele, ela queria tanto um alguém para lhe explicar que tudo o que ela acreditava era errado e que um dia ela iria sim encontrar um amor para vida toda, que ele estava ali e que seria eterno.
Samantha pensava em tantas coisas que sua cabeça as vezes se atolava, e ela não sabia mais o que fazer, como agir, ela confundia os caminhos e acabou tropeçando em pedras pelo caminho em que escolheu. Pensou em voltar, mas só de lembrar de todas as pedras que ela demorou tanto para burlar, ela continuava seguindo.
Pé ante pé, com os dedos apertados em um palmo que ela mesma não teria coragem de soltar, contava as respirações, os passáros, as árvores, para ver se aquela sensação arrasadora passava, quem sabe ela conseguisse enxergar alguma coisa quando isso passasse. O fogo que começava em seu estômago agora estava em seu coração, chegando a seu cérebro, ela não estava entendo o que era tudo aquilo, não entendia de onde viria tanta fúria, tanto ódio da espera. Sem visão e já dominada ela caiu.
E então ela conseguiu ver, havia um penhasco, logo a sua frente, onde ela não conseguia destinguir onde ele acabaria, e nem se acabaria. Ela entendeu o que estava fazendo, o que estava perdendo esperando, sentiu os olhos lhe perfurando as costas e os passos apressados em sua direção. E correu o mais rápido que pode, Samantha corria até sua garganta doer para se engolir a saliva, até ela ter certeza de que era impossível se escutar a respiração da culpa logo atrás dela. Fugiu da culpa, da responsabilidade e de todas as pedras, Samantha não sabia o que viria depois, só sabia que tinha encontrado a coragem no meio do caminho e que a usaria, e que conquistaria o que estava logo ali a frente. Ela se sentiu pronta, sentiu o que viria pela frente, suspirou e deu um passo a frente. O amor.
Ela é linda.

8 comentários:

Bells disse...

Sou a primeira é. Bom eu sempre comento algo legal nos seus textos, sempre, mas sabe de uma coisa? eu percebi que eu comento o mesmo que os outros, eu não sou os outros, eu sua melhor amiga, que ama muito seu blog, bem você sabe que cada vez que passa seus textos me dá vontade de morrer né? Cada vírgula eu suspiro, e penso mano olha os textos da gio, como evoluíram? De butterfly a isso aqui, sabe o que é isso? Vitórias. Parabéns amr beijos (:

Nicole f disse...

"Fugiu da culpa, da responsabilidade e de todas as pedras, Samantha não sabia o que viria depois, só sabia que tinha encontrado a coragem no meio do caminho e que a usaria, e que conquistaria o que estava logo ali a frente. Ela se sentiu pronta, sentiu o que viria pela frente, suspirou e deu um passo a frente. O amor."

Você fez isso pra mim, pode falar rs
Cara, meu nome deveria ser samantha rs.
Ah, nem preciso dizer que eu adorei né? :*

Raah Cullen disse...

'ela precisava de alguém que morresse por ela e que ela faria a mesma coisa por ele'. Como eu quero alguem assim x;
Hey, você gosta de crepúsculo?
beijos :*

Marie disse...

Realmente quero alguém que morra por mim. Seria uma doçura experimentar tal emoção.
Lindo texto. Fascinante do começo ao fim.

Bel disse...

Lindo de mais!!
Cada palavra sente o que a samantha sente!!
Muito perfeito, e algo muito real tb!!

Bjs

Emi disse...

Adoro, adoro, adoro demaaaais seus textos!
Ficou lindo! *-*
Beijos, floor!

Dryka Sales disse...

ameei o texto.

http://drykasales.blogspot.com/

... da Canastrinha disse...

eiii, tem um selinho pra você no meu blog. ;)